Arquivo da categoria: Babysling

BRAQS – Balizas de Segurança

BraqsVamos falar um pouquinho sobre segurança?
T.I.C.K.S são termos sobre as normas de segurança na utilização dos carregadores.
No Brasil este termo foi traduzido por Rosangela Alves, produtora e assessora de babywearing, como B.R.A.Q.S.
As BRAQS são balizas para a utilização de um bom carregar, sabemos que cada bebê é diferente e o ideal sempre é observar nosso bebê e achar juntos uma posição confortável e segura.
BEM AJUSTADO
ROSTO VISÍVEL
A DISTÂNCIA DE UM BEIJO
QUEIXO AFASTADO DO PEITO
SUPORTE NAS COSTAS
BEM AJUSTADO: O Sling deve sempre estar firme, nunca frouxo ou com folgas. O Sling bem ajustado manterá seu bebê perto do seu corpo de maneira segura e confortável para ambos. Um tecido frouxo forçará suas costas e fará que o bebê deslize no tecido, sendo incomodo para ambos.
ROSTO VISÍVEL: O bebê deve ter sempre suas vias aéreas superiores livres, ou seja, nariz e boca sempre livres para passagem de ar. Não utilize as faixas para cobrir o rosto do bebê, fraldas ou roupas largas, que possam criar obstrução na respiração. Ao Olhar seu bebê você deve sempre ter a visão de seu rosto descoberto.
À DISTÂNCIA DE UM BEIJO: A Altura correta do sling é aquela onde você consegue baixar e dar um beijo no seu bebê sem ter que se curvar. Nessa altura o sling estará bem posicionado e o peso do seu bebê estará dividido por igual.
QUEIXO AFASTADO DO PEITO: O queixo do bebê nunca deve ficar contra seu peito, assim como o rosto visível, o queixo afastado é de suma importância, coloque 2 dedos embaixo de seu queixo para garantir um espaço seguro em que sua respiração não seja prejudicada.
SUPORTE NAS COSTAS: Mantenha sempre o pano aberto e oferecendo um suporte para seu bebê, verifique se o Tecido segue aberto do joelho à nuca sem dobras. Dessa forma o peso do bebê estará bem distribuido, sem pressão sob a pélvis ou pés do bebê.

 

Fonte: Amor em Fios

Anúncios

Dicas de segurança usando o sling

Carregar bebês em slings pode ser mais seguro do que carregar nos braços. Mas para que isso seja possível, é primordial que você esteja atendo à segurança do seu bebê e qualidade do seu sling.

Seja qual for o modelos de sling que você escolheu usar, aprender a usá-lo corretamente é o primeiro passo para garantir a segurança do seu filho.

Babywearing Seguro

Babywearing Seguro

REGRAS PARA UM PASSEIO SEGURO:

  • VERIFIQUE SE SEU BEBÊ PODE RESPIRAR: Slings ajudam os pais e ter mobilidade com os braços enquanto carregam seus bebê. Mas é importantíssimo que sempre estar atendo ao seu bebê. As vias aéreas devem estar SEMPRE desobstruídas, jamais seu bebê deve estar com o rosto colado no corpo do cuidador, com o nariz trancado.
  • QUEIXO ENCOSTADO NO PEITO, JAMAIS! – O queixo do bebê não pode estar colado no peito dele, essa posição obstrui as vias respiratórias do bebê. Recém-nascidos não têm controle muscular para erguer o pescoço quando com dificuldades respiratórias. Por isso, verifique se a posição do seu bebê no sling e certifique-se que ele está respirando normalmente.
  • NUNCA FAZER EXERCÍCIOS COMO CORRIDAS, SALTOS, OU QUALQUER ATIVIDADE QUE SUBMETA O BEBÊ A MOVIMENTOS BRUSCOS – Esse tipo de movimento pode provocar lesões no pescoço, coluna e cérebro do bebê.
  • NUNCA USE O SLING EM VEÍCULOS EM MOVIMENTO – A única exceção a essa regra são ônibus de transporte coletivo, que acaba sendo mais seguro carregar o bebê junto ao corpo. Mas em carros, motociletas, bicicletas e aviões, o uso do carregar de bebê é totalmente desaconcelhado.
  • VERIFIQUE SEMPRE SE SEU BEBÊ JÁ TEM CONDIÇÕES DE FICAR EM DETERMINADAS POSIÇÕES – Algumas posições do bebê são desaconselhadas em determinadas idades. Por isso, é muito importante que você se informe com a fabricante do seu sling, quais as posições indicadas em cada idade.
  • VERIFIQUE SEMPRE A QUALIDADE DO SEU SLING – Sempre observe as condições do seu sling, qualidade das argolas (se são testadas), limite de peso que seu sling suporta, qualidade do tecido, força das costuras. Não use seu sling se ele apresentar qualquer tipo de defeito estrutural e entre em contato com o fabricante.
  • CONFIRA SEMPRE SE SEU SLING ESTÁ BEM PRESO – Antes de se aventurar em passeios, tenha sempre a certeza de que amarrou seu bebê no sling ou ajustou seu sling de forma correta, para evitar problemas estando na rua com seu bebê.
  • CUIDADO COM SEU EQUILÍBRIO – Carregadores de bebês são uma forma prática e segura de carregar seu bebê. Mas todo cuidado é sempre bem vindo. Com o sling, perdemos nosso centro gravitacional, o que pode, em superfícies escorregadias, bicicletas, patinetes, momentos em que equilíbrio é imprescindível, fazem com que você caia com seu bebê.
  • ATENÇÃO ÀS ROUPAS QUE SEU BEBÊ USA – Bebês slingados ficam com a temperatura do corpo da pessoa que o está carregando. Por isso cuidado para não agasalhar demais ou de menos seu bebê.
  • MAIOR CONTATO COM SUPERFÍCIES – A magia do sling está em seu bebê poder ver e tocar tudo o que está ao alcance do adulto. Por isso todo cuidado é pouco. Certifique-se de que seu bebê não está pegando aquilo que pode engolis ou machucá-lo.
  • CUIDADO COM O QUE COLOCA NO SEU SLING – Não coloque itens pequenos ou perigosos dentro do seu sling, bem como brinquedos ou mantas que possam sufocar seu bebê.
  • JAMAIS COZINHE COM SEU BEBÊ NO SLING – Cozinhando com seu bebê no sling, você o expõem ao risco de graves queimaduras, isso porque a altura do bebê no slling é a mesma do fogão. Abrir fornos quentes pode provocar queimaduras pelo vapor, bem como microondas.
  • CUIDADO EM BARCOS – Pode parecer que carregar seu bebê em um sling quando em barcos, mas para tanto é necessário que seu bebê também esteja vestido com colete salva vidas. Pense que se você afundar, seu bebê irá junto com você.
  •  CUIDADO COM A CAUDA DO SEU SLING – Seu sling de argolas possui uma cauda que fica pendurada nas argolas. Cuidado ao subir escadas para não pisar na cauda do seu sling.
  • CUIDADO COM ESBARRÕES – Cuidado ao andar em locais com muitas pessoas circulando, essas pessoas podem não saber que no tecido que está amarrado ao seu corpo, tem um bebê.

Essas são dicas baseadas no site oficial Babywearing International.

Todo cuidado é pouco com seu bebê!